segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Portal de prazeres

Por: Lena Lopez

Um desejo me consome inteira
Uma paixão intensa que não me deixa
Não sou mais dona do meus pensamentos
Que se tornaram totalmente insensato
De uma maneira que não domino meus atos
Sou invadida por uma grande tormenta
Uma sensação estranha, um cio monumental
Um fogo intenso me queima por dentro
Uma ardência selvagem e louca
Passo as mãos pelo meu corpo
Sinto-me em total abandono
Solitária, sozinha, sem dono
Aliso a pele macia das minhas coxas
Um ar de safada, me toma e me assanha
O meu desejo passa por entre os meus dedos
Estou excitada e a malícia me banha
Desejo que venhas, não posso esperar
A minha imaginação voa alto, quero você
Nua e molhada, sinto teu corpo em mim
Suada eu me dou as carícias que queria de ti
O pensamento me envolve em mil prazeres
Minhas pernas abertas são como um portal de prazer
Por onde passa a minha mão e penetram os dedos
O calor me invade e incendeia as sensações
A minha mão maliciosa explora o deleite
Entre as minhas coxas se abrem portas
Livrando o meu orgasmo solitário e intenso
Deixando escorrer o meu mel de prazer
Molhando e melando os meus dedos
Denunciando a forma intensa e louca
Do gozo que as fantasias contigo
Foram capazes de me proporcionar!