terça-feira, 11 de novembro de 2014

Completamente rendida

Lena Lopez

Sobre a cama deitada,
Entre lençóis desarrumados
Encontro-me desnuda
As pernas abertas
Franqueio-te o caminho
Para molhar-me na tua boca
Encharcar-me entre as coxas
Banhe-me com a tua saliva
Que eu acolho a tua lingua
Mata a tua vontade
Alimenta o meu desejo
Faça-me quebrar o silêncio
Sussurar e gemer de prazer
Falar e gritar de tesão
Lambe-me com impaciência
Sugue-me com sofreguidão
Até me deixar exaurida
Completamente rendida
Deixando escapar o gozo
Para que proves delícias
O mel saboroso e límpido
Que brota das minhas entranhas!