quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Saúde >



- Publicado por Robson Pires, na categoria Notas às 08:00
Apesar de fazer parte da rotina da consulta ginecológica, o exame de papanicolau para a detecção precoce do câncer cervical nunca foi realizado por 12,9% das brasileiras. Se forem levados em consideração os dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em que foi registrado um total 97.348.809 mulheres no país, são mais de 12 milhões de brasileiras que nunca se submeteram ao rastreamento.

Os dados são de um levantamento nacional realizado pelo Grupo Latino Americano de Investigação Clínica em Oncologia (Glico), publicado na edição deste mês da revista científica Preventive Medicine. O trabalho detalha ainda diferenças muito grandes de acesso ao exa