quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Versos e prosas


Hoje estava visitando a antiga cidade na barragem e me veio inspiração
e ai esta minha homenagem a todo povo de são Rafael...
não ficou melhor pois não vivi nessa época mais espero que gostem ..


RUÍNAS DA LEMBRANÇA



E das ruínas se fez o lugar onde um povo morava
a vida se refez depois que apareceu
Ruas casas telhas que o tempo molhava
a chuva que se foi
com um tempo tudo reapareceu

A linha do trem esta mais a frente
a quadra de esportes ainda da para jogar
tijolos empilhados na água corrente
é a cidade velha querendo se levantar

Da infância de quem se foi
da velhice de quem quer se lembrar
a memoria de um povo que ainda não foi
a cidade velha esta de volta
acendendo a chama que não quer apagar


O praça publica reflete na lua
paredes dos prédios que o tempo não apagou
estruturas de pedra ainda formam uma rua
lugares por onde passamos
lugares em que a água inundou

O povo teve que imigrar da suas casas
procurar um novo chão para plantar
com o coração partido queimando como brasas
vendo sua historia se acabar

Mais Deus deu um presente
um presente lindo para o povo reviver
é a Atlântida do sertão que estava ausente
fazendo o povo de São Rafael Renascer

Djhone Geferson Lopes 25/08/13