segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Tua flor


Por Lena Lopez...
Esfrega-me nas coxas
tua flor
faça-me sentir a umidade
que eu nada digo
e faço-a minha prioridade

Mostra-me aos olhos
tua flor
deixe-a perto do rosto
que eu nada digo
e desejo seu gosto

Ponha-me na boca
tua flor
faça-me sentir o palato
que eu nada digo
e provo o regato

Dá-me na língua
tua flor
faça-me sentir o sabor
que eu nada digo
e delicio o licor

Abandone ao prazer
tua flor
que dela eu serei suserana
dedicando-lhe carícias
que eu nada digo
e saboreio com gana

E quando atingir o teu ápice
na minha boca perseverante
colho o teu mel gota a gota
do teu gozo alucinado e vibrante
e então pra você digo tudo
entre os teus gemidos e espasmo
que tua flor é saborosa
e saciei-me no teu orgasmo!