sábado, 19 de outubro de 2013

Agora me responda se possível! Vai para o bolso de quem?




Com a entrada em vigor do horário de verão à meia-noite de hoje (19), os relógios deverão ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A medida, que durará até 16 de fevereiro de 2014, permitirá maior aproveitamento da luz solar e evitará a necessidade de mais investimentos em geração e transmissão de energia, bem como o acionamento de usinas térmicas, segundo o Ministério de Minas e Energia.

O horário de verão será adotado no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, Espírito Santo, em Minas Gerais, Goiás, em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal. Com 119 dias de duração, o horário de verão resultará, segundo estimativas do governo federal, numa economia de R$ 4,6 bilhões em investimentos que deixarão de ser feitos e de R$ 400 milhões sem o acionamento de usinas térmicas.