quarta-feira, 17 de abril de 2013

Sonhos, loucuras e gemidos

Por Lena Lopez

Somos amantes impetuosas
tangidas pelo prazer
Alienadas em meio a desejos 
Sonhos indecifráveis
Loucuras e fantasias
Não há entre nós o acaso
Pensamos com a carne nua
Agitada e fremente
Falamos palavras carinhosas
Outras ordinárias e indecentes
Usamos e abusamos
Quando estamos na cama
Não temos santidade
Somos pecadoras somente
De peles suadas e arranhadas
Pelas nossas unhadas e mordidas
Zoamos do bom senso
De tudo que é certo
Entre nós a cobiça e a gula
Predicados urgente
Da nossa paixão
Não somos inocentes
Somos insensatas na arte de amar
Com a alma incendiada
E um fogo extremo
Feras insaciáveis no cio
Vertemos prazer
Que escorre das virilhas molhadas
Entre os beijos, lambida e sugadas
no nossos corpos excitados
Anunciamos aos gemidos e gritos
O orgasmo intenso que nos abate
E no aconchego depois do amor
Flutuando os sentidos e cansaço
Dormimos um sono profundo
De duas feras amantes.