quarta-feira, 10 de abril de 2013

Como voa! já se passa 100 dias e agora José?


Hoje, 10 de abril, marcamos os 100 dias de uma gestão continuada do Prefeito Jose de Arimatéia Braz, em São Rafael (RN). É sempre uma data para se mostrar a população para que veio, e/ou a gestão que renova seu mandato, 

Queremos sempre transparecer para aqueles que fazem a gestão municipal, de que todo e qualquer cidadão, é o primeiro fiscal das ações governamentais, pelo menos deveria, e que os espaços que são concebidos na mídia, seja ela, falada, escrita e qualquer outra forma, é de mostrar sempre as boas e más ações governamentais.

Iremos aqui mostrar um pouco do que vimos e ouvimos pelas ruas da cidade, onde abordamos temas na área de segurança, saúde, educação e infra-estrutura.

Segurança – O aumento considerado de roubo e assalto além das drogas, vem assolando nosso cidade, sabemos que o tocante nesta área é sempre tudo muito complexo, onde a gestão municipal deveria ter sempre uma participação direta, com programas preventivos e de recuperação, dando apoio logístico e estrutural para que as polícias militar e civil possam atuar com dignidade e credibilidade na esfera municipal, dificilmente atua.

O combate preventivo, funciona?, na esfera assistencialista, onde o CRAS, CREAS (e o CAPS que aqui não existe), não vem funcionando para a população de forma satisfatória, pois não consegue atender uma demanda da população que vive a margem do risco, da desestrutura familiar, dos dependentes do uso de drogas (este é um setor que necessita melhorar).

Saúde – Esta é uma área muito complexa a ser avaliada, pois se trata de uma pasta que deve tentar ao máximo buscar atender os anseios populares, pois para o bom funcionamento desta engrenagem gestacional, depende de ações de infraestrutura, que aqui deixa muito a desejar,   de outras áreas, para que a procura, seja ao porte das ações que são aplicadas em setores que combatem, paralelo a mesma, ações que irão medir a procura (ou não) deste setor. Recebemos nestes cem dias, reclamações de faltas de médicos nos PSF’s em especial no Centro da cidade, que não possui (ou não possuía?) clínico geral.
As fotos fala por si.
As ambulâncias transportando passageiros para a Capital, além de outras quebradas em oficinas, atendimento muito ruim, principalmente em marcação de exames clínicos, eu mesmo solicitei um acho eu que já caducou se não jogaram fora, praticamente atendem por indicação ou quando estar na fila da morte. Falta medicamento vez em quando,

Educação – Continua o transporte em pau de arara, segundo chega aos nosso ouvidos, que os carros sub-locados, transporta os alunos até a margem da RN 118, apesar de ter ônibus novos, mas o cabide eleitoreiro fala mais alto.
Alem dos motorista desses transporte não ter classificação adequada para operar transporte escolar, de acordo com DENATRAN, tem que ter um curso ministrado pelo SENAI, Transporte de passageiro e Transporte Escolar. de categoria D ou E na habilitação.

Infraestrutura – Esta sim é uma área que é mostrada a população como sendo a que necessita mudar, pois a gestão herdou de si própria muitas obras iniciadas na gestão anterior, ora renovada, que não fora concluída até então, e iniciada outras sem a conclusão das existentes. 
Ex: praça da Igreja começada recentemente
As paradas:
Pórtico da cidade,Creche, Quadra da soledade,Praça da soledade, UPS(essa parece que reiniciaram),Calcamento da Rua, Mutamba, e o CRAS

A iluminação pública é outro problema, mas no tocante geral, avalio que melhorou um pouco, mas se faz necessário novos investimentos de manutenção, pois na cidade temos muitos postes que estão com suas lâmpadas acesas 24 h, e isso é custo, e custo é saída de dinheiro de nossos bolsos.

Lembramos sempre que esta é uma opinião compartilhada com muitos populares, porém sempre mostrando que somos os primeiros a tentar a colaborar com a gestão, mostrando a ela, onde se precisa mudar, onde se necessita uma melhor atenção e só assim, darmos a credibilidade a uma gestão participativa, onde o povo possa opinar e solicitar mudanças.(coisa difícil dessa administração aceitar)

Observação: Muitos setores não foram citados para o não prolongamento do conteúdo apresentado, mas que o leitor poderá nos enviar via comentário, que iremos postar a sua opinião.

A gestão municipal poderá nos enviar seu relato que iremos postar neste espaço para que nossos  leitores possam avaliar sua ótica avaliativa destes 100 dias de administração.