sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Com a palavra! Tá tudo dominado

Bebeto Nabor Gilberto
Mario César Fonseca,Fernando Fernando PerisseJose Emmanoel Franca Falcao,Jose Renato Uchoa, Onde é mesmo que esse fake reside? No Brasil de hoje não é, na China também não é, em Cuba de forma nenhuma, será que viveu intensamente o governo FHC e FOI TORTURADO NA DITADURA MILITAR e tenha ficado louco??? Ou foram as vassouras, as carnaúbas, que o deixou meio louco? rsss...
Luis Carlos Abravanel
Nunca mais ouvi uma notícia que me fizesse sentir orgulho de ser brasileiro ― a ultima foi a descoberta do pré-sal, mas, lamentavelmente, já o venderam. O que vejo agora só me causa revolta e indignação. É roubo e corrupção que não acaba mais. Nunca se testemunhou tantos escândalos, cada um mais escabroso que o outro, e a sociedade segue como se estivesse anestesiada, vendo tudo e se fazendo de cega. Nunca si viu na história desse país um povo tão omisso, tão cumplice com o descaso e tão covarde. Assiste impassível a dilapidação do erário como se fosse legal. Acho que finalmente o PT conseguiu institucionalizar a corrupção no nosso país.

A violência nos rodeia tão de perto que sequer percebemos que aqui se mata mais que em qualquer outro país em guerra; a nossa saúde está tão abandonada que damos graças a Deus quando somos atendidos por um médico cubano, de competência duvidosa; a educação está completamente sucateada e pela primeira vez a USP deixou de constar na lista das 200 melhores universidades do mundo; nunca houve tanta evasão escolar, os resultados do Enem são cada vez mais pífios; abrem-se faculdades em cada esquina, mas não dão importância para a qualidade do ensino, fundam-se faculdades de medicina como se abrissem uma oficina. Daqui a pouco os nossos médicos serão incapazes de curar uma gripe; as nossas riquezas são leiloadas a preços de bananas para o capital internacional; privatizam tudo: estradas, portos e aeroportos; a nossa indústria cada vez mais despreparada para enfrentar os chineses, que vêm por aí engolindo tudo; a previsão de crescimento do nosso PIB decresceu de 3% para 2,2% e já há quem diga que ficará abaixo dos 2%, o menor entre os países emergentes e abaixo dos 2,6%, a media da América Latina; pouco ou nada se investe em infraestrutura, aqui só se quer saber de Copa do Mundo, afinal precisamos mostrar ao planeta o milagre do nosso Bolsa Família, que acabou com a fome de milhões de brasileiros e não será uma mixaria de 5 ou 6 bilhões de dólares, a quantia que será utilizada nos preparativos da Copa, que irá nos impedir de mostrar essa nova cara do nosso povo. Se a Fifa achar pouco, não tem problema, é só pedir mais.

Mas pior que esse quadro acima é o colapso dos horizontes e de ambições para o futuro, é saber que as esperanças estão minguando e que poucos são os que encaram o porvir como algo mais que uma replica do presente, mas pior. Aos olhos dos jovens o futuro parece menos maravilhoso. Estamos como que acorrentados, completamente dominados. Ninguém fala nada e se fala não é ouvido. Estamos todos numa nave desgovernada, com data e dia certos para o impacto (5 de outubro de 2014, dia da eleição) e ninguém se manifesta. Não deram legenda a Marina, já se articulam para (eles têm uma rede na internet paga apenas para mentir e descaracterizar seus adversários) repelir com violência tudo o que Aécio Neves diz, até mesmo Eduardo Campos, seu antigo aliado. A classe pensante não pensa mais nada, os intelectuais emburraram todos, artista nenhum se atreve a dizer algo, os movimentos organizados, que em junho passado deram um bela demonstração de força, agora se aquietou. Os caras-pintadas, esses coitados, há muito que se venderam ao sistema. A mídia faz apenas jogo de cena, se faz que é oposição quando na verdade está comprometida até a medula com esse governo corrupto. A Veja deixou de publicar de Diogo Mainardi por desafiar o Lula e o PT. Conseguiram inverter todos os critérios de valores, aqui Marina da Silva, Eduardo Campo, Hélio Bicudo, Gabeira, Luiza Erundina, Heloísa Helena, são todos agora de direita, enquanto Sarney, Renan Calheiros, Eduardo Alves, Edson Lobão agora são de esquerda.

O fato é que estamos todos dominados, agora dependemos apenas de um ou outro rompante do polêmico Lobão ou do ex-jogador Romário. Ninguém mais se manifesta. E seja o que Deus quiser.