sexta-feira, 17 de maio de 2013

PT de guerra


Passageiros de voo são presos com R$ 465 mil na cueca em Brasília

A Polícia Federal flagrou nesta quinta-feira de manhã dois homens tentando embarcar num voo de Brasília para o Rio de Janeiro com R$ 465 mil em espécie escondidos em meias, cuecas e outras peças de roupa. Um dos homens, que se identificou como Michel, disse ao GLOBO que portava R$ 229 mil.

O economista e empresário Eduardo Lemos, dono da Fides Advisor Consultoria Financeira, se apresentou como dono do dinheiro. A polícia abriu inquérito para investigar a origem dos recursos.
Em 2005, um funcionário do deputado José Guimarães, atual líder do PT na Câmara, foi preso com dólares na cueca no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, pouco antes de embarcar para Fortaleza, num caso que ficou conhecido em todo o país.
Guimarães, irmão do deputado José Genoino, réu do mensalão, chegou a ser processado por improbidade administrativa, mas foi inocentado em 2012 pelo Superior Tribunal de Justiça.

(O Globo