sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Quem já recebeu aqui em São Rafael? Vai completar 3 aninhos e nada

Saldo atual do FGTS pode ser o dobro com a correção monetária do INPC
O trabalhador brasileiro teria o dobro do saldo atual do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) com a correção monetária pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC). O cálculo foi feito pelo Instituto FGTS Fácil, considerando os depósitos na conta do fundo em julho de 1999 até 10 de janeiro de 2014. Na simulação, é considerada a remuneração dos depósitos pela Taxa Referencial (TR), mais 3% ao ano, e comparada com a correção pelo INPC, durante o período de 15 anos.

Exemplificando: o trabalhador com saldo de R$ 1 mil em julho de 1999 tem hoje na conta R$ 1.990,02, considerando a TR mais 3% ao ano. Com a remuneração pelo INPC, ele teria o equivalente a R$ 4.005,92. Uma perda acumulada R$ 2.015,90 (101,30%) até 10 de janeiro de 2014, quando a Caixa Econômica Federal divulgou a última remuneração do saldo do FGTS. Na tabela divulgada pela ONG FGTS Fácil, é considerado o saldo de até R$ 20 mil, cuja perda estimada é de R$ 40.138 no mesmo período. Na simulação, não foram considerados os saques. Vale o valor integral no fundo.

Nota: Ô gentinha acomodada é os funcionários da Prefeitura de São Rafael, com direito garantido na Lei, e não procura, eu só ouvi chamar outro prefeito de FEITICEIRO, esse atual, não sei qual é o mandinga dele não, só sei que é muito forte ninguém corre atras de seus direito e o sindicato cruza os braços, sei não viu, ai tem coisa... 
Conheço funcionário com 20 anos de serviços e não tem R$ 3.000,00   na conta KKKK